ASSUNTOSNET: Ministério do Trabalho pode ser extinto no novo governo

Ministério do Trabalho pode ser extinto no novo governo

A equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, estuda extinguir o Ministério do Trabalho e já traça planos para condução mais eficaz de temas ligados às áreas de emprego e renda. A ideia causa relutância na pasta, que destacou sua importância na busca do “pleno emprego” e da “melhoria da qualidade de vida dos brasileiros. Em solenidade no Congresso Nacional que celebrou os 30 anos da Constituição, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, destacou em discurso que o cumprimento da Carta Magna será um “norte” a ser seguido em seu governo.

Moro e a Lava Jato

O juiz Moro quer uma Lava Jato no combate ao crime organizado. O futuro ministro da Justiça disse que vai ‘avançar na pauta do enfrentamento’ e replicar uso de força-tarefa Em longa entrevista, juiz que chefiará a Justiça citou mais convergências do que discordâncias com o presidente eleito].

Guedes pressiona Congresso por Previdência

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu uma “prensa” no Congresso para que os parlamentares votem ainda este ano a proposta de Michel Temer para a reforma da Previdência. A declaração causou mal-estar e congressistas recomendaram “cuidado com as palavras”. Ressalte-se que a reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer deverá ser discutida nesta quarta-feira (7) em encontro entre ele e o presidente eleito, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. A equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) apresentou três modelos de reforma tributária em estudo no momento, e dez propostas diferentes para a Previdência.

‘Com toda a certeza, vai ter alguma mulher’

Bolsonaro disse que haverá alguma mulher no Ministério e nomeou a coronel dos Bombeiros Márcia Cunha para a transição.

Conselho quer até 20% do ensino médio a distância

O Conselho Nacional de Educação quer aprovar nesta semana proposta que permite que até 20% da carga horária do ensino médio diurno seja feita a distância – e de 30% para o noturno. Segundo conselheiros, há consenso para a aprovação. O texto prevê que atividades online só ocorram com a presença de professor.

É bom se preparar para a liberação do porte de armas, sugere um analista

Acompanhando a ordem dos tempos. A obtenção de armas de fogo não é tão difícil como parece. Por sua vez, Moro converge com Bolsonaro sobre maioridade penal e posse de armas.

Fortaleza poderá receber imigrantes venezuelanos

Fortaleza poderá receber este mês imigrantes venezuelanos, diante da proposta do Ministério do Desenvolvimento Social para a interiorização dos refugiados na Região Norte. O assunto será tratado nesta quinta-feira (8), em Brasília, com o secretário dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) da Prefeitura de Fortaleza, Eron Moreira.

Futebol

Fortaleza empata 1 x 1 com CSA e adia sonho de conquistar título da Série B
A festa estava preparada com mais de 46 mil pessoas na Arena Castelão, mas o grito de campeão ficou engasgado na garganta. O Tricolor do Pici enfrenta o Avaí, dia 10, às 16h30, no Estádio da Ressacada e se vencer levantará a taça de campeão.

Crime ambiental

A secretaria de Meio Ambiente de Iguatu identifica responsáveis por crime ambiental na Lagoa da Bastiana ocorrido na manhã deste sábado, 3. Um trator derrubou várias árvores nativas de uma Área de Preservação (APA), atrás da construção do Centro de Convenções. Segundo o secretário Marcos Ageu , o terreno onde fica a lagoa da Bastiana tem vários donos e qualquer intervenção somente poderá ser feita mediante apresentação de projeto e obtenção de licença ambiental.

Cadastro de poços

Em outro cenário, a equipe de trabalho contratada pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) cadastrou cerca de 1200 poços (profundos e rasos) nos municípios de Iguatu, Quixelô, Orós e Icó. O levantamento faz parte do plano de trabalho que visa identificar o potencial hídrico da bacia sedimentar da região de Iguatu. “É um estudo quantitativo e qualitativo da água”, pontou o secretário Executivo da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Aderilo Alcântara. O estudo deverá ser apresentado até o fim deste mês em Iguatu, com local e data a serem definidos.

Prova de fogo

Acerca da crise na aliança municipal com a eleição da presidência da Câmara de vereadores. Povo e políticos divididos. O fato teve grande repercussão após entrevista à Radio Mais FM.

COMPARTILHAR