Camilo Santana assina ordem de serviço da Linha Leste do metrô de Fortaleza

Equipamento que será utilizado para perfurar a Linha Leste do metrô de Fortaleza — Foto: Letícia Lima/Sistema Verdes Mares

O governador Camilo Santana (PT) assinou, na manhã desta quarta-feira (7), a ordem de serviço para a retomada das obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza (Metrofor). De acordo com o gestor, a escavação terá início em janeiro e, em paralelo, a construtora contratada iniciará o restante da obra. Na ocasião, o governador afimou, ainda, que Fortaleza terá o melhor sistema metroviário integrado das capitais nordestinas.

“Vamos ter aqui o melhor sistema metroviário integrado de uma Capital do Nordeste brasileiro. Se a gente conseguir perfurar 10 metros por dia, em menos de dois anos a gente consegue fazer toda a perfuração do túnel. São 28 metros, então não vai ter interferência nenhuma”, garantiu.

O Governo do Estado assegurou R$ 1 bilhão, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e mais R$ 673 milhões do Ministério das Cidades para a conclusão da primeira fase do projeto.

A obra estava paralisada por problemas envolvendo o consórcio ganhador da licitação passada. Neste novo momento, a intervenção será tocada pela FTS e parte do investimento feito será oriundo dos cofres do Estado.

O trecho que será executado terá 7,3 quilômetros de extensão e irá ligar o Centro de Fortaleza ao Papicu. O trem partirá da estação Tirol-Moura Brasil, na superfície, e seguirá pelas estações subterrâneas Chico da Silva, Colégio Militar, Nunes Valente e Papicu. De acordo com o Governo do Estado, a Linha Leste do Metro terá capacidade de transportar até 150 mil passageiros por dia. A previsão é de que o trecho seja concluído em quatro anos.

Fonte: G1

COMPARTILHAR