Campanha está proibida desde 22 horas e até pedir voto no WhatsApp pode dar cadeia

O responsável por desrespeitar a lei pode ficar preso de seis meses a um ano ou ter a pena convertida em prestação de serviços à comunidade.

Está proibida campanha eleitoral desde as 22 horas deste sábado, 27, seja pela internet ou presencialmente. Além disso, quem tentar influenciar via redes sociais, inclusive por WhatsApp, outro eleitor a votar em um candidato específico pode ser detido. É permitido aos eleitores apenas manifestar sua preferência, sem induzir outras pessoas.

O responsável por desrespeitar a lei pode ficar preso de seis meses a um ano ou ter a pena convertida em prestação de serviços à comunidade. Outra punição possível é o pagamento de uma multa que varia de R$ 5.320,50 a R$ 15.961,50.

Frente à lei, a Justiça Eleitoral alertou até Roger Waters sobre manifestações políticas na turnê que faz pelo Brasil.

Redação O POVO Online

COMPARTILHAR