Iguatu vota em 41 dos 46 deputados eleitos para assembleia

Agenor Neto (MDB), Marcos Sobreira (PDT), e André Fernandes (PSL) foram os iguatuenses eleitos - (Foto Divulgação)

Após as eleições de primeiro turno no último domingo, 07, as atenções se voltam para formação dos quadros da Câmara Federal e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Os desempenhos na disputa política dos grupos da cidade também deram a tônica ao pleito local. Um total de 63.512 eleitores de Iguatu foi às urnas, a ausência foi de 14,33%.

Os cearenses elegeram 46 deputados estaduais. Desse total, 41 deputados foram votados em Iguatu. O mais votado na cidade foi o ex-prefeito Agenor Neto (MDB) com 39,83 % de votos válidos, seguido do atual vice-prefeito Marcos Sobreira (PDT) com 34,43 %, numa diferença de 2.195 eleitores a favor do ex-gestor. No cenário estadual, o pedetista ficou à frente na 18ª colocação no geral, com 67.012 votos, já Agenor ficou na 22ª posição com 61.543 votos.

O iguatuense André Fernandes (PSL), que obteve 1.251 votos na cidade, foi o primeiro colocado no geral com 109.742 votos, sendo o deputado mais jovem do país com 20 anos, eleito nessas eleições. Ele acredita que o anseio da população por renovação foi o motivo.

Iguatu registrou de maneira expressiva votações para mais dois deputados eleitos da região. O acopiarense Dr. Sarto (PDT) conquistou 1.237 eleitores de Iguatu. Já Nizo (PATRI), de Cariús, conseguiu 323 votos.

David Durand (PRB), Tin Gomes (PDT), João Jaime (DEM), Dra. Silvana (PR) e Vitor Valim (PROS) foram os deputados estudais eleitos que não obtiveram votos de nenhum eleitor domiciliado em Iguatu. Dentre os 41 o que obteve menor votação foi o reeleito Nezinho Farias (PDT) com 10 votos.

Federal

Dos 22 deputados federais eleitos, todos obtiveram votos no município. O deputado federal Vaidon Oliveira (PROS) obteve a menor votação com 10 votos. Dentre os eleitos o que teve maior destaque foi Eduardo Bismarck (PDT) com 5.973, ficando atrás somente de Nelho Bezerra (PROS) que conquistou 8.659, mas não conseguiu se eleger. Poliana Macedo (PP) foi a terceira mais votada em Iguatu com 5.461. Número que não a fez conseguir a vaga do parlamento federal. José Guimarães (PT) conseguiu sua reeleição com ajuda 4.459 eleitores de Iguatu.

COMPARTILHAR