Mobilização contra o mosquito Aedes aegypti movimenta Catarina

Mobilização contra mosquito Aedes aegypti em Catarina. Foto de Diomar Araújo

Moradores da cidade de Catarina participaram de uma caminhada que saiu da Praça da Matriz de São José e percorreu ruas do centro urbano com o objetivo de chamara a atenção para o crescente foco do mosquito Aedes aegypti.

A caminhada terminou em frente à secretaria de Saúde, no bairro Pedreira. O prefeito Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, o secretário adjunto de Educação, professor Elisvaldo Guedes e o coordenador municipal de endemias, Aglayrton Guedes Feitosa, falaram sobre as ações que estão sendo realizadas no combate aos focos do mosquito.

A Prefeitura promove o telamento de caixa d’água, visita de agentes de Saúde e de endemias às residências, limpeza de terrenos, coleta de lixo regularmente, conscientização dos alunos nas escolas, da população nos bairros, contratação de mais profissionais, compra de estoque de medicamentos, reforço na atenção básica hospitalar, uso de larvicida, solicitação do carro fumacê, aquisição de repelentes para gestantes através da secretaria de Saúde do Estado do Ceará e capacitação das equipes para manejo de pacientes com arbovirose.

Sintomas da virose da mosca, dengue, zika e chikungunya vêm superlotando o Hospital Municipal de Catarina, Dr. Gentil Domingues, nos últimos dias. De acordo com informações do diretor administrativo da unidade, Jardel Mendonça, em torno de 300 pessoas estão sendo atendidas diariamente com os sintomas da arbovirose.

A secretaria de Saúde do Estado do Ceará através da 18ª Célula Regional de Saúde em Iguatu enviou para Catarina o carro famacê. De acordo como a secretária de Saúde de Catarina, Valéria Rodrigues, somente no mês de fevereiro foram confirmados 16 casos de chikungunya em Catarina.

(Com informações de Diomar Araújo)

COMPARTILHAR