Pela semifinal da Copa Fares Lopes, Iguatu fica no empate por 1 a 1 com o Fortaleza

O torcedor Iguatu compareceu em peso no estádio Morenão (Foto: Mais FM)
No dia em que completou 99 anos, o Fortaleza Esporte Clube empatou em 1 a 1 com o Iguatu, no estádio Morenão, pela primeira partida da semifinal da Taça Fares Lopes. Os gols da noite foram marcados por Vinícius Baiano para o Leão, e Paulinho Macaíba, logo no começo do 2º tempo, para a equipe da cidade interiorana.
O Tricolor tem a vantagem de obter sua classificação com dois resultados iguais. O jogo da volta ocorre na próxima quinta (26), às 20h, na Arena Castelão.
Pela outra semifinal, o Floresta venceu o Guarani de Juazeiro por 4 a 2, no Romeirão, e leva boa vantagem para decidir no Presidente Vargas, no próximo sábado (21), às 16h.
Início equilibrado
A primeira etapa começou com o experiente volante Michel arriscando de fora da área e levando perigo ao goleiro Max Walef, do Fortaleza, que já havia se destacado com defesas seguras no Clássico-Rei. Aos 9 minutos, no entanto, o Fortaleza abriu o placar após escanteio cobrado por Jefferson, a bola sobrou para Jô, que finalizou e o goleiro Diego espalmou. Oportunista que é, o atacante Vinícius Baiano completou para o fundo das redes.
O empate mantem o Fortaleza com a ventagem para o próximo jogo (Foto: Mais FM)

A partida foi muito prejudicada pela quantidade excessiva de faltas cometidas, algo representado pelo número elevado de atendimentos médicos a atletas. A etapa inicial teve seu desfecho após cobrança de falta do Elanardo, Max Walef realizou ótima defesa, e o zagueiro Albano – pego de surpresa – cabeceou para fora.

Segunda etapa
Logo no recomeço da partida, o Iguatu chegou ao seu gol de empate. Após trama ofensiva do Azulão pela direita de ataque, Paulinho Macaíba, dentro da área, se aproveitou da rebatida de Walef e apenas cumprimentou em gol. A etapa derradeira da partida foi se desenrolando novamente com muitas faltas, paralisações para os jogadores receberem atendimento médico e o jogo não fluía.
Destaque da partida por parte do Fortaleza, o atacante Vinícius Baiano também conseguiu realizar boas ações ofensivas pelos lados do campo e levava perigo; contudo, o volante Michel ganhou a maioria dos duelos com o avante da equipe da capital.
Agora, o técnico Daniel Frasson espera poder contar com reforços oriundos da equipe que encerra a disputa da Série C no próximo sábado, diante do CSA, pelo 2º jogo da final.
DN Online
COMPARTILHAR