Garantir presença na elite e buscar uma vaga na Copa Sul-Americana 2020 são objetivos já alcançados pelo Fortaleza nesta reta final do Brasileirão. Nas duas rodadas finais da Série A, o Tricolor sonha em plano ainda mais ousado: uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores. Para manter o sonho vivo, o Leão precisa vencer o Fluminense, hoje, às 21h30min, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Além do triunfo no Maraca, a equipe do Pici precisa torcer por tropeço do Corinthians, no duelo contra o Ceará, hoje, na Arena Castelão ou do Internacional, diante do São Paulo, fora de casa, também nesta quarta-feira. A duas rodada do encerramento do campeonato, o Leão é o nono colocado, com 49 pontos, enquanto Timão e Colorado têm 53 e 54, respectivamente.

Para além do sonho de disputar uma edição da maior competição da América do Sul pela primeira vez na história, o que o Fortaleza espera mesmo é manter a boa sequência de resultados. Nos últimos 10 jogos no Brasileirão, o clube sofreu apenas uma derrota (3 a 2 para o Corinthians, em Itaquera). No retrospecto mais recente, o aproveitamento é ainda melhor. Invicto há cinco jogos, o Leão vem de uma série de quatro vitórias e um empate. O desempenho é o melhor do Campeonato neste período, ao lado do campeão Flamengo e do Athletico-PR.

Para o jogo de hoje, o técnico Rogério Ceni deve manter a base do jogo passado, vitória por 2 a 1 sobre o Goiás. As únicas mudanças devem ser os retornos do atacante Wellington Paulista, poupado contra o Esmeraldino e do volante Felipe, que estava suspenso. Com isso, Kieza e Araruna devem ser sacados para o banco de reservas.

A partida contra o Flu é ainda uma chance de revanche para o Leão. No primeiro turno, o time carioca venceu por 1 a 0 na Arena Castelão, quando os cearenses ainda eram dirigidos por Zé Ricardo.

Livre de qualquer risco de rebaixamento, o Flu luta agora por vaga na Copa Sul-Americana. O Tricolor das Laranjeiras começa a rodada em 15º, a uma posição da classificação e com a mesma pontuação do Vasco-RJ, que hoje seria o qualificado. No duelo contra o Fortaleza, o técnico Marcão conta com os retornos do zagueiro Digão e do meio-campista Daniel, que voltam de suspensão. Por outro lado, o meia Paulo Henrique Ganso segue se recuperando de lesão na coxa esquerda e não deve mais jogar nesta temporada.

Fonte: O Povo