Todo mês é a mesma coisa, enjoos, dores de cabeça, irritação, tontura, compulsão por alimentos, cólicas, dentre outros sintomas que podem se manifestar antes ou durante o período da menstruação. Na busca de um alívio, é muito comum o consumo exagerado de doces, em especial, chocolates.

Segundo a nutricionista Mayara Brandão, este comportamento entre as mulheres que sofrem com a Tensão Pré-Menstrual (TPM), deve-se ao fato de que alguns alimentos “contêm substâncias antidepressivas, ou seja, elevam os níveis de serotonina, causando uma sensação de prazer e conforto”.

Entretanto, a especialista alerta para os efeitos contrários que tais alimentos podem ocasionar, especialmente durante o ciclo menstrual.

É exatamente esta realidade que a oficial da Marinha Mercante, Ana Laís Silva, 20 anos, enfrenta todo mês. Ela não consegue controlar o desejo de consumir doces e, para piorar a situação, sofre com os fortes sintomas característicos do período menstrual. “Tenho muitas dores mesmo, do tipo de não conseguir levantar da cama. Os remédios também demoram muito para fazer efeito”, conta. Ana Laís, então, recorre às guloseimas para diminuir o mal-estar.

Com a estudante de Jornalismo, Yasmin Olivier, 20 anos, a situação é semelhante. O desconforto da jovem começa antes e segue durante todo o ciclo da menstruação. “Fico irritada, enjoada, sinto bastante tontura e dor de cabeça”, relata. Como forma de compensar, apela para alimentos não recomendados.

A exemplo de Ana Laís e Yasmin, que sofrem neste período do mês, as mulheres em geral desconhecem a possibilidade de amenizar os sintomas decorrentes do ciclo menstrual por meio de uma alimentação saudável.

“O ideal é incluir na dieta, pelo menos 10 dias antes da TPM e da menstruação, alimentos integrais como pães, arroz, macarrão, além de frutas secas e oleaginosas, abacate, amêndoas, abacaxi, espinafre e salsinha”, acrescenta Mayara.
Na lista de recomendações, também cita o consumo de ômega 3, com peixes, sementes de chia e de linhaça.

BEM X MAL
Outro desconforto comum ocasionado neste período é o inchaço, por conta da retenção de líquidos. Mas o problema pode ser reduzido a partir da ingestão de muita água, no mínimo 2,5 litros. Os chás também servem como aliados no combate às dores, principalmente os de gengibre, chá verde e camomila. Este último, segundo a nutricionista Thais Rocha, desempenha a função de calmante para as mudanças de humor repentinas.

Quanto aos itens que devem ser evitados, além de doces e chocolates, estão os “embutidos ricos em sódio e gordura, frituras, cafeína e álcool. Esses alimentos podem agravar os sintomas da TPM e piorar a retenção de líquidos frequente nesse período”, informa Mayara Brandão. Para quem não consegue abandonar o açúcar, a dica é substituir o chocolate ao leite, por exemplo, pela versão com 70% de cacau.

MAIS NUTRIÇÃO
Vale salientar que os ciclos menstruais variam de mulher para mulher. Algumas passam mais dias sangrando e, como consequência, perdem vitaminas e minerais.

Nestes casos, a suplementação pode ser uma alternativa, mas o recomendado, segundo Mayara, é

“conversar com um ginecologista sobre o fluxo. Se for preciso, a paciente é orientada a procurar um nutricionista para montar um cardápio adequado em carboidratos, proteínas, gorduras, fibras, vitaminas e minerais. Caso não funcione, veremos qual vitamina está em deficiência e assim suplementamos”, explica.
Com uma alimentação balanceada, consumo de água e prática de atividades físicas já é possível amenizar os efeitos colaterais da TPM. Descanso e uma boa noite de sono também são fundamentais neste processo. Caso os incômodos persistam, Mayara recomenda procurar a ajuda de um especialista.

DICAS PARA CONTROLAR A TPM
Adote uma dieta equilibrada, antes mesmo do período menstrual

Substitua o chocolate ao leite pelo que é feito com 70% de cacau

Evite alimentos embutidos, frituras, gorduras e doces

Beba muita água

Consumo de chás, a exemplo do de camomila, acalma

Pratique exercícios físicos

Fonte: Diário do Nordeste