Ignorados na montagem do Ministério por Jair Bolsonaro, os líderes das bancadas dos partidos no Congresso começaram a ser ouvidos ontem pelo presidente eleito. Ele manteve o discurso contra a “velha política”: disse que não promete cargos nem verbas, apenas “muito amor”. Por sua vez, General Theophilo fará parte da equipe. O ex-candidato a disputa do Governo do Ceará pelo PSDB, será Secretário Nacional de Segurança Pública. Outro nome, a candidata do PSDB ao senado Mayra Pinheiro indicada para secretaria de gestão do trabalho e saúde, que cuida do Mais Médicos. Seis nomes ligados ao Ceará estão cotados para o Governo Bolsonaro na formatação da futura gestão do País.

Reforma da Previdência deve ser fatiada em 2019

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou que a reforma da Previdência será enviada ao Congresso de maneira fatiada: as primeiras propostas de mudanças dirão respeito à idade mínima para se aposentar e às regras para servidores. Bolsonaro defendeu ainda o aprofundamento da reforma trabalhista.

Meio ambiente vira disputa entre militares e agronegócio

A indicação do ministro do Meio Ambiente virou tema de disputa entre os núcleos político e militar do governo Bolsonaro. Os dois grupos têm trabalhado nas propostas para a área e não chegaram a um nome de consenso. Ontem, Bolsonaro voltou a adiar a definição de quem ocupará a pasta. Como disse um analista,” Se quiser fazer um bom governo, Jair Bolsonaro deve estudar melhor temas importantes com os quais terá de lidar, como a reforma da Previdência.”

Base curricular do ensino médio é aprovada

O Conselho Nacional de Educação aprovou a Base Nacional Comum Curricular do ensino médio, que define o que alunos de escolas públicas e privadas devem aprender em cada ano. Só Português e Matemática serão obrigatórios nos três anos. As demais disciplinas poderão ser distribuídas ao longo do período. Na prática, deverá ser implementada até 2020.

Prazo para justificar ausência no primeiro turno vai até 6 de dezembro

Os eleitores que não votaram no primeiro turno das Eleições 2018, realizado no dia 7 de outubro, têm até esta quinta-feira (6) para regularizar sua situação eleitoral. A obrigatoriedade do voto para cidadãos brasileiros a partir de 18 e menores de 70 anos de idade está prevista na Constituição Federal de 1988. O não comparecimento injustificado no dia da eleição é irregularidade punível com multa.

Chuvas no interior

Voltou a chover no fim da tarde desta terça-feira (4), em cidades e áreas rurais da região Centro-Sul do Ceará. Em Iguatu, o pluviômetro da Ematerce, no bairro Cocobó, registrou 8mm. A chuva foi fina e rápida entre 16h30 e 17 horas minimizou o forte calor.

Jubileu de Platina

A Diocese de Iguatu celebra nesta quarta-feira, os 70 anos de sacerdócio do Bispo Dom Mauro Ramalho. A celebração do Jubileu de Platina será realizada na Catedral de Senhora Sant’Ana ás 8 horas e reunirá católicos e segmentos da Diocese. Uma justa homenagem ao Bispo Emérito pelo trabalho realizado por meio da Igreja Católica, para o desenvolvimento social de Iguatu e da região. Dom Mauro, que entregou a administração da Diocese de Iguatu ao Vaticano, em 2000, para se aposentar, continua exercendo atividades pastorais, e como membro ativo no debate dos temas de interesse das comunidades, agora como bispo emérito. Celebra missas matinais aos domingos na capela da creche São José e preside celebrações em eventos religiosos, sempre que é solicitado.

Convenção Coletiva de Trabalho

A crise hídrica no município é tema constante e ao pé da letra, é exigido pelo cidadão. No entanto, poucos sabem ou não cumprem a CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA que trata da ÁGUA POTÁVEL. Será fornecida aos empregados do comércio, gratuitamente em condições higiênicas, por meio de copos individuais ou bebedouros, ficando proibido o uso de copos coletivos.

Crise política, Faz sentido!

O fato continua sendo um desafio para as tendências políticas do município. A eleição da mesa diretora e as mudanças implementadas pelo prefeito Ednaldo estão refletindo junto aos órgãos com transferência e demissões. Ressalte-se neste cenário, dois órgãos importantes (SAÚDE E SAAE), estão sendo ocupados por ex-candidatos de outros municípios. Na visão de um ex-aliado, pode repercutir na gestão quando iniciar o pleito de 2020. Ambos foram candidatos em Catarina e Saboeiro respectivamente. Se voltarem á disputa, deverão deixar a gestão local. Faz sentido.