De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, uma das ideias em estudo é acabar com a fundação e alocar sua estrutura dentro do ministério, reduzindo sua força política. Outra possibilidade seria transferi-la para o novo Ministério do Desenvolvimento Regional, destinando a outros programas o dinheiro que hoje financia o órgão.Com orçamento anual de R$ 3,4 bilhões e escritórios em todos os estados, a Funasa investe em obras de saneamento básico boa parte dos recursos reservados no Orçamento da União para emendas de parlamentares e projetos na área de saúde.

Para futura ministra, união gay é direito garantido

Indicada para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a pastora evangélica e advogada Damares Alves diz que o casamento homoafetivo é “direito conquistado e não se discute mais”. Assessora do senador não reeleito Magno Malta (PR-ES), ela também defende os direitos de territórios indígenas. Divorciada e mãe adotiva de uma índia, Damares disse à repórter NATÁLIA PORTINARI que quer “um Brasil sem aborto” e, antes de saber que a Funai ficaria sob sua pasta, afirmou que o órgão não poderia ir para a Agricultura. Ontem, indígenas de todas as regiões do país foram ao CCBB pedir audiência com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, para reivindicar que a Funai continuasse com a Justiça.

Ceará descarta reforços “fora da realidade” e deve anunciar três

Com base mantida, presidente do Ceará rechaça contratar jogadores com altos salários e deve anunciar até amanhã um lateral, um volante e um atacante. Comenta-se que o artilheiro Edson Carius interessa ao vozão.

Sabe aquela frase ‘dia de a onça beber água’. Agora é Lei

Transformada este ano em símbolo da biodiversidade brasileira, com o dia nacional em 29 de novembro. A onça-pintada tem em Foz do Iguaçu (PR) o principal centro de conservação da espécie na Mata Atlântica. O felino é vítima da perda de habitat e da caça, dele e de suas presas.

Extinção do abono salarial

A política de reajuste do salário mínimo deverá ser revista e o abono salarial extinto, para reequilibrar as contas do governo depois da aprovação da reforma da Previdência. As sugestões constam de documento do Ministério da Fazenda com o balanço da atual gestão e recomendações para o próximo governo, disponível na página da pasta na internet.

Temer deixa para Bolsonaro R$ 336 bi em investimentos já engatilhado

O governo de Michel Temer (MDB-RJ) deixará como herança ao menos R$ 335,6 bilhões de investimentos já engatilhados, fruto de privatizações e concessões realizadas nos últimos anos, e outros R$ 195 bilhões em projetos em fase de preparação.

Prefeituras tentam arrumar a casa

Com a decisão tomada pela Câmara anteontem, de suspender punições a cidades que gastarem mais de 60% das receitas com pessoal, contrariando a Lei de Responsabilidade Fiscal, ao menos 1.752 municípios (31,4%do total do país) podem descumprir os limites legais. São 1.163 que já ultrapassaram o teto e 589 em situação prudencial. Ou seja, m em cada 3 municípios pode exceder teto de gastos.

Na casa do povo

Em outro cenário, prefeito tenta arrumar a casa. Movido pela “Crise politica”, onde a economia não ‘aquece, obras paralisadas, servidores demitidos enfrentam problemas com dívidas para honrarem compromissos no final de ano. E na casa do povo, otimistas, os moradores dividem as atenções do resto da população visando a formação da mesa diretora da Câmara Municipal marcada para o próximo dia 15 de dezembro. Nos bastidores eles discutem o futuro da cidade.

Camilo Santana ganha um “presentão” de Natal

O Governo do Estado acaba de ganhar um presente de Natal inesperado. Entrou na conta um total de R$ 204 milhões. O dinheiro é fruto de um trabalho de recuperação de dívidas do setor agropecuário ainda do tempo do extinto Banco do Estado do Ceará (BEC), que mobilizava equipes da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria Geral do Estado. Nesta semana, foi repassado pelo atual dono da conta, o Bradesco. Esses recursos, segundo o secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior, serão agora aplicados no pagamento de parte do aporte do déficit previdenciário de 2018, hoje estimado em aproximadamente R$ 1,7 bilhões. (Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO)

A violência de todo o dia

Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública será instalado nesta sexta-feira em Fortaleza. O Estado precisa de politicas públicas para enfrentar diz um especialista. Mudam os personagens, as locações, mas o enredo é o mesmo: disputa entre “facções criminosas” (GDE, CV, PCC, FDN etc.) que disputam território e clientela no comércio de drogas ilícitas. Rotulam de “traficantes” todas as vítimas, pelo simples fato de viverem em regiões periféricas pobres da cidade e/ou por serem negras ou pobres. Como se isso justificasse suas mortes. Por sua vez, pedem uma “solução”, pronta e historicamente atendidas pelos governos de plantão: mais polícia, armas, presídios e repressão ao comércio e aos usuários de drogas.

Tempo

Moradores curtem a pré estação chuvosa. No entanto, algumas ruas da cidade enfrentam problemas de infra-estrutura. Nesta sexta-feira, o município de Iguatu segue nublado e com perspectiva de chuvas durante o dia.

Realidade distante

Ceará deveria ter 17 hospitais especializados contra o câncer. Uma realidade que está distante dos anseios populares. Dos 184 municipios, apenas 3 atendem esta demanda. Barbalha, Fortaleza e Sobral.

Mais Médicos

Prazo para inscrição no Mais Médicos termina nesta sexta (7). Segundo último levantamento do Ministério da Saúde, divulgado na quinta (6), 115 das 8.517 vagas ainda não haviam sido preenchidas. Prazo para assumir os postos vai até dia 14 deste mês. Apesar de afirmar que espera que as vagas sejam preenchidas até esta sexta, o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse que um novo edital do Mais Médicos será publicado na segunda-feira (17) abrindo vagas para médicos brasileiros formados no exterior e para estrangeiros formados no exterior. O contrato é de 3 anos. Haverá punição para quem não cumprir também.