A Petrobras reduzirá o preço médio da gasolina nas refinarias em 6,35% a partir desta terça-feira (6). É o maior corte já feito pela estatal desde o anúncio de uma política de reajustes até diários do combustível, em vigor desde julho do ano passado. Com a alteração, o valor médio do combustível cairá para R$ 1,7293 por litro, o menor valor desde o R$ 1,7199 visto em 20 de abril, conforme informações do site da petroleira compiladas pela agência Reuters. O movimento ocorre após a empresa já ter realizado um amplo corte em 31 de outubro, de 6,2%, o maior que havia acontecido até então.

Bolsonaro embarca para Brasília de olho na transição

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) viajou, na manhã desta terça-feira (6), para Brasília. Ali, vai cuidar da transição de governo, informa o Portal G1, adiantando que esta é a primeira vez que ele viaja à capital federal depois das eleições. A expectativa é que ele participe, nesta terça-feira, da sessão solene no Congresso Nacional em homenagem aos 30 anos da Constituição. Na quarta, ele deve se reunir com o atual ocupante do cargo, Michel Temer, e com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Forma de calcular taxa pode ser revista

O presidente eleito revelou, em entrevista à Band, que pretende rever a metodologia de cálculo da taxa de desemprego, chamando o índice de “uma farsa”. Ideia foi criticada por especialistas. O IBGE, que adota regras internacionais para determinar o número, não se manifestou.

1/3 do Congresso eleito responde a processos na Justiça

No total, 160 deputados e 38 senadores são alvo de 540 acusações de crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, improbidade administrativa e assédio sexual. Além de petistas e tucanos, há ainda integrantes do PSL, o partido de Jair Bolsonaro, e de outras 21 legendas – apenas seis partidos não elegeram pessoas investigadas ou acusadas na Justiça. Ao todo, os parlamentares respondem a 540 acusações. As mais comuns são lavagem de dinheiro, corrupção e crime eleitoral. O ESTADO DE SAO PAULO)

‘Nova Previdência’ não agrada presidente eleito

Jair Bolsonaro disse “não estar batido o martelo” com Paulo Guedes (Economia) sobre reforma da Previdência. O presidente eleito vê com “desconfiança” a ideia de substituir o atual modelo pelo de poupança individual do trabalhador.

Bolsa perde estrangeiros, mas ganha investidor local

Incertezas sobre os rumos da economia do País em 2019 e o cenário externo fizeram investidores estrangeiros retirar R$ 6,2 bilhões da Bolsa brasileira em outubro. Aportes de brasileiros, no entanto, foram positivos em R$ 7 bilhões. Em um mês, o Ibovespa teve alta de 8,84%

Reajuste de plano de saúde terá nova regra

A ANS estuda nova regra para o reajuste de planos de saúde. Segundo especialistas, ainda não é possível saber o efeito no valor da mensalidade.

Futebol

Com gol de Gabriel, Sport vence o Ceará e deixa a zona do rebaixamento. Após 13 rodadas consecutivas, o Leão confirma reação e deixa o grupo dos quatro últimos colocados; Resultado rebaixa matematicamente o Paraná para a Série B.O Rubro-negro agora é o 16º, com 36 pontos. Já o Vozão permanece em 15º com 37 pontos.

Fusão de partidos

Rede de Marina pode se unir a Agora! de Huck em fusão que inclui PPS, PV e RenovaBR.

O comércio cearense espera um incremento nas vendas, por conta do Natal, da ordem de 10%

É o que informa o vice-presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado e vice da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, Honório Pinheiro.Honório destaca que o comércio aposta em campanha maciça de publicidade e em promoções. A Federação do Comércio do Estado deve, nos próximos dias, divulgar pesquisa sobre as expectativas do consumidor quanto ao período natalino.

Alerta

1 cigarro de palha pode equivaler a até 3 de papel, dizem especialistas. O produto voltou á preferencia dos fumantes.

Botijões mais caro

Gás de cozinha fica mais caro a partir desta terça-feira (06/11), anuncia Petrobras.O aumento deve ser entre 8,2% a 9%, no caso do GLP para embalagens de até 13 kg. A revisão do preço para consumo residencial representa em valores R$ 25,07, um reajuste de R$ 1,97 por botijão. No ano, a alta acumulada é de 2,8%. Desde janeiro, a estatal reajusta o botijão de gás trimestralmente. Por sua vez, a gasolina ficará mais barato nas refinarias.