O Banco do Nordeste contratará R$ 2 milhões em operações de crédito, durante a 50ª Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Iguatu (Expoiguatu 2013).

O evento começou na terça (4) e se estende até o próximo sábado (7), no Parque de Exposições Enéas Bandeira Filho (Rua José de Alencar, 2 – Areias), no município de Iguatu, na região Centro Sul cearense.

Na oportunidade, a Instituição disponibilizará linhas de crédito e de financiamento para a aquisição de animais, veículos, máquinas, equipamentos e implementos agrícolas, inclusive tratores e outros instrumentos rurais.

Do montante a ser contratado, pelo menos R$ 1 milhão terá amparo em programas do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE); R$ 500 mil no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e R$ 400 mil pelo Programa de Microcrédito Produtivo e Orientado Rural – Agroamigo.

Cerca de R$ 500 mil serão destinados para mini e pequenos produtores rurais (MPPRs), enquanto R$ 1 milhão será direcionado para o segmento de micro e pequenas empresas (MPEs). Mais R$ 500 mil serão contratados com empreendedores individuais e informais, atendidos pelo Programa de Microcrédito Produtivo e Orientado Urbano – Crediamigo.

Para o superintendente estadual do Banco do Nordeste no Ceará, João Robério Pereira de Messias, o evento promove os setores produtivos locais, contribuindo para o crescimento da economia regional, oportunizando ainda a geração de trabalho, ocupação e renda. “A cada edição, o volume de negócios da Expoiguatu vem crescendo, consolidando o evento como um dos principais da região”, acrescenta.

De acordo com o gerente da Agência do Banco do Nordeste em Iguatu, Francisco Heriberto Chaves Batista, a expectativa é prospectar negócios da ordem de R$ 18 milhões na Agência Itinerante, instalada no local. “Desse montante, cerca de R$ 3,9 milhões com MPEs e R$ 2,5 milhões com produtores da Agricultura Familiar”, afirmou.

Sobre a região e o evento

Com população superior a 500 mil habitantes, o Centro Sul do Ceará responde por grande parte da produção agropecuária do Estado, além de se destacar como terceira maior bacia leiteira, com produção superior a 100 mil litros por dia. Além disso, a região também se destaca na criação de caprinos e ovinos.

No município de Iguatu, a economia é baseada na agricultura e pecuária, reforçada pelas indústrias moveleira, de calçados e de serviços. O turismo também tem recebido incentivo, com por meio de eventos setoriais, realizados anualmente na cidade.

A Expoiguatu tem o objetivo de promover a comercialização de animais e de produtos derivados, por meio da geração de novos negócios nas áreas agropecuária, industrial e comercial, além de capacitação de produtores rurais. O evento é promovido pelo Rotary Clube, com patrocínio do Banco do Nordeste e apoio do Governo do Estado, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE), e outras instituições e empresas da iniciativa privada.