A Câmara Municipal de Iguatu aprovou, por unanimidade, reajuste salarial de 4,79% para os servidores do Legislativo. A casa tem 26 servidores de carreira. “Foi um consenso. Costumamos dizer que os vereadores passam e os funcionários ficam. Eles fazem nosso trabalho caminhar da melhor maneira possível e com a dinâmica necessária”, disse Eliane Braz (PTB), presidente da Câmara.

Esta semana, será discutido projeto que trata da instituição do Dia Municipal da Fibromialgia, de autoria do vereador Antônio Baixinho (PSB). Outra pauta é a destinação da antiga escola Carneiro de Mendonça para a Associação de Moradores da comunidade de Canafístula dos Freitas, no distrito de Riacho Vermelho, além de nomenclaturas de ruas do distrito de José de Alencar.

Debate

Os parlamentares concentraram as falas em problemas como a crise hídrica da sede do município, qualidade da água e a possibilidade do fechamento da agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Iguatu. Nesse último tema, os parlamentares ensaiam a possibilidade de realizar audiência pública ainda com data por agendar.

Fonte: DIário do Nordeste