Depois de muitas contratações e uma profunda reformulação no elenco, o Ceará está próximo de concluir o primeiro ciclo de reforços para 2020. O Alvinegro tem definido o alvo que vai investir. Ou melhor, já investe, em negociação que está em andamento e que, caso seja concretizada, deverá fechar o grupo de jogadores para o começo da temporada.

Com 11 novas contratações, o Vovô já tem um grupo forte para o início do ano. A quantidade de reforços corresponde a quase 40% do atual elenco e supre lacunas que o time teve muitas dificuldades na última temporada. Porém, falta uma peça para que a ida ao mercado seja momentaneamente paralisada: a do atacante de velocidade que atua pelas beiradas do campo.

A bola da vez é o jovem Léo Chu, do Grêmio. Atacante canhoto, habilidoso e muito rápido, que tem como características principais a velocidade e o drible em jogadas 1×1, Léo Chu atua pelos dois lados do campo e chega para suprir a falta de uma característica que a comissão técnica via como necessária para o elenco de 2020, sobretudo após a negociação com Rossi não ter dado certo, já que o atleta fechou com o Bahia.

A proposta alvinegra é de empréstimo até o fim do ano, com os salários sendo pagos integralmente pelo Vovô. Dentre os clubes interessados no atleta, o Cruzeiro também realizou proposta, mas o estafe do jogador entende que atuar na Série A do Campeonato Brasileiro é mais vantajoso para o atleta, que busca espaço ainda entre jogadores profissionais.

Em contato com o empresário do jogador, Vinícus Prattes, a reportagem apurou que as partes têm um acordo já encaminhado, restando apenas a liberação do time gaúcho para que o acerto seja fechado.

“Foi realizada uma oferta, estamos conversando. Da nossa parte é interessante porque o Ceará é um time de Série A que vai dar espaço ao Léo”, afirmou Vinícius ao Diário do Nordeste.

Com 19 anos, o atleta ainda não estreou no profissional, mas é tido como uma joia da base do Grêmio.

Natural de Porto Alegre, Léo defende o Grêmio desde os 10 anos e desde então atuou em todas as divisões das categorias de base do clube. Em 2019, somando competições de base, ele participou de 33 jogos e marcou seis gols.

Reforços regularizados

Até agora, o Ceará já acertou a contratação de 11 jogadores. O goleiro Fernando Prass, o lateral-direito Eduardo, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco, os zagueiros Klaus e Tiago Pagnussat, os volantes Charles e Marthã, o meia Vinícius e os atacantes Rafael Sóbis, Rodrigão e Rogério.

Além disso, garantiu a permanência do atacante Mateus Gonçalves e renovou o empréstimo do meia Lima, assegurando a manutenção de dois atletas que fizeram parte do elenco em 2019.

Com exceção dos dois últimos e também do volante Marthã, que ainda tem problemas de documentação, todos os outros atletas já foram regularizados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e estão aptos a atuar.

A tendência é que Lima, Mateus Gonçalves e Marthã sejam regularizados nos próximos dias. Porém, caso isso não aconteça até amanhã, nenhum deles poderá ser relacionado para a partida de domingo (26), contra o Frei Paulistano, na estreia do Vovô em 2020.

Fonte: Diário do Nordeste