O Clássico-Rei mais importante da história terminou com vitória do Fortaleza por 1 a 0 neste domingo (10). Em campo, os rivais fizeram um duelo acirrado, enquanto torcedores protagonizam um espetáculo nas arquibancadas. O técnico Rogério Ceni exaltou a festa e disse que Vovô e Leão precisam permanecer na Série A em 2020 pela rivalidade centenária.

“A festa que eles fazem é diferente de tudo o que já vi na minha carreira. Se um turista vem pra cá e assiste um Fortaleza x Ceará, tem a chance de acompanhar um dos maiores espetáculos do Brasil. Uma festa que fica registrada para onde eu levar. Acho fundamental a presença dos dois clubes na 1º divisão”, explicou.

O gol tricolor foi marcado aos 12 do 1º tempo, com Wellington Paulista. Depois o Leão se traiu, enquanto o Vovô cresceu de rendimento e pressionou. Ceni amenizou a postura reativa do Fortaleza e parabenizou o grupo pela atuação.

“É natural que o time perdendo com 15 minutos tenha mais posse que você. Quantas chances claras de gol o Ceará teve? Uma? Tecnicamente, deixamos a desejar. Taticamente, fomos bem”, explicou.

A delegação do Fortaleza se reapresenta na quarta-feira (14), com treino em dois períodos. O próximo compromisso da equipe é diante do CSA, domingo (17), na Arena Castelão, às 19 horas. Na tabela, o Leão é o 13º, com 39 pontos.

CONFIRA OUTROS PONTOS DA ENTREVISTA
CSA


“A DIFERENÇA É GRITANTE QUANDO TEMOS O APOIO DA TORCIDA. MEXE COM O PSICOLÓGICO DO JOGADOR. CONTRA O CSA, UM JOGO DECISIVO, CONTAMOS COM O TORCEDOR. MAIS UMA VEZ, PARABENIZAR PELA FESTA”.

ESQUEMA TÁTICO


“ANO PASSADO JOGÁVAMOS COM UM MEIA, O DODÔ. NÃO TENHO CONDIÇÕES DE VENCER A MAIORIA DOS TIMES NA QUALIDADE TÉCNICA. TENHO QUE TER UM CONTRAPONTO. NÃO POSSO JOGAR COM UM FLAMENGO, UM PALMEIRAS, DO MESMO JEITO QUE ELES JOGAM”.

Fonte: Diário do Nordeste