Quanto vale um sorriso? Quanto custa mostrar ao próximo que a felicidade existe sim e pode muito bem ser derramada na apresentação dos dentes e no esticar dos lábios? A sociedade vive, diariamente, seus tormentos, suas mazelas, seus problemas e seus medos. Com isso já nos acostumamos. Mas o sorriso e a felicidade são o tônico que nos unem e nos fazem melhores. Que venham as dificuldades, quem não as tem?

O corona vem de carona, mas somos fortes seres que podem conseguir ter paz em meio à batalha. “Si vis pacem, para bellum”. Dificuldades sempre tivemos, necessidade de sorrirmos, também. Entretanto, o segredo está em não apenas querer ser ajudado, mas em ajudar, em sorrir pros desafios da vida, afugentando não as dificuldades, mas o desânimo que as torna muito maiores. Frágeis e juntos, somos fortes, imbatíveis! Cada um de nós, sejamos uma simples letra, nota ou acorde de uma bela canção de vitória social, entoada firme e coletivamente para a eternidade!!

*Por Adeilmo Braga Silva – Formado em Letras pela UECE e em Direito pela URCA.