Em razão de suas peculiaridades, o período de Momo requer atenção especial.

Ínsito na própria etimologia da palavra, o carnaval, que significa ‘adeus à carne’, ‘evasão da carne’, constitui época de riscos acentuados, potencializando o aumento de acidentes pela ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e negligências outras decorrentes do extravasamento que as festividades sugerem.

Pautado em diretrizes do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, a Seção de Iguatu, objetivando garantir a segurança dos foliões durante os festejos da Área Integrada de Segurança – AIS 16 a que pertence, elaborou plano específico de operações, preocupando-se com possíveis ocorrências de incêndios, afogamentos, acidentes automobilísticos e atendimentos pré-hospitalares.

A Operação Carnaval – 2014 foi preparada a partir do levantamento criterioso dos registros das festividades anteriores, considerando-se a quantidade de frequentadores, a repercussão dos eventos em nível local, regional e nacional e a consignação dos acidentes, com ou sem êxito letal.

Assim, com o fito de evitar lesão a pessoas e haveres, o Corpo de Bombeiros atuará, preventivamente, em todos os itens já elencados: incêndio, afogamento, acidente automobilístico e atendimento pré-hospitalar.

A Operação se iniciará na manhã da sexta-feira, dia 28. Na ocasião, serão repassadas as diretrizes, durante a preleção, para todo o efetivo empregado nas cidades que solicitaram guarnições de bombeiros.

Nos açudes, rios e demais espelhos d’água contemplados, o serviço dos guarda-vidas se efetivará no período de 8h00 as 17h00. Na sede, Iguatu, além das equipes normais de serviço, haverá cinco bombeiros mergulhadores, que atuarão em casos de afogamentos.

Para o atendimento, durante o período das festividades, até a quarta-feira de cinzas, dia 5 de março, o poder operacional do Corpo de Bombeiros será:

a) 37 (trinta e sete) militares;

b) 11 (onze) viaturas.

c) Materiais específicos de combate a incêndios, salvamento aquático, terrestre e em alturas, e atendimento pré-hospitalar;

d) Cidades e locais contemplados:

1. Iguatu – Açude Trussu (Sem alterar as atividades normais da Seção);

2. Acopiara – Guarnição de combate a incêndios para as festividades noturnas;

3. Orós – Açude de Óros (Com apoio de guarda-vidas recém-formados pelo Corpo de Bombeiros, além dos treinados anteriormente);

 

Aos foliões, além de desejarmos excelente e proveitosa festa, deixamos orientações que reputamos válidas. Afinal, prevenir nunca é demais. Para tanto, reiteramos máximas populares que, se seguidas, evitarão lágrimas de sofrimento:

1. ‘Álcool e direção não combinam’. ‘Se for dirigir não beba’.

Dica: Procurem sair em grupos. Em cada uma das noites, escolham um dos amigos para condutor do veículo, impondo-lhe uma condição: a de não ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica.

2. ‘Água no umbigo é sinal de perigo’.

Dica: Se pretendem utilizar fontes de água para banho, evitem excessos, principalmente após a ingestão de alimentos. Se beberem, evitem entrar em açudes, rios… Controlem a euforia e ‘gastem’ as energias com a diversão.

 

Boa festa para todos!

E que Deus nos proteja.

 

Nijair Araújo Pinto – Major QOBM

Comandante da Seção de Bombeiros de Iguatu