Um comerciante cearense foi morto a facadas na última quarta-feira (5), na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo amigos e familiares, a vítima foi morta por um de seus funcionários após se recusar a conceder um aumento de salário. Com informações do jornal O Globo.

Natural de Guaraciaba do Norte, Francisco Pessoa Bezerra, de 50 anos, era dono de uma lanchonete no bairro Engenho Novo, na capital fluminense. De acordo com o sócio da vítima, Carlos Pereira Rodrigues, o acusado do crime havia começado a trabalhar no local há apenas duas semanas, ganhava R$ 1.500 e queria mais R$ 400, que Francisco supostamente o teria prometido.

Câmeras de segurança da lanchonete resgistraram a presença do acusado na cena do crime enquanto Francisco estava caído no chão. A vítima foi atingida por duas facadas, uma na região do tórax – que atingiu o coração – e outra no pescoço. Após o crime, o suspeito fugiu numa bicicleta.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha na investigação do crime e tenta localizar o suspeito.

Fonte: Diário do Nordeste