Atualizada às 07h

Um corpo de um jovem com sinais de violência foi encontrado nas dependências do colégio Adahil Barreto na cidade de Iguatu. O caso foi registrado neste domingo, 23, quando por volta das 06 horas o vigilante localizou o cadáver.

O corpo identificado como sendo de Brodway Washington, 18, apresentava lesões no rosto. Do lado do corpo, madeira e pedra foram encontrados. A investigação acredita que o material tenham sido usados para assassinar a Washington.

O Instituto Médico Legal (IML) de Iguatu, por meio dos peritos estiveram no local colhendo as primeiras provas do possível crime.

Além do vigilante – de identidade preservada – mais quatro pessoas foram ouvidas pelo delegado plantonista.

Acusados

A polícia civil por meio da equipe de investigações conseguiu identificar os envolvidos e conduziu todos até a Delegacia de Polícia. A pessoa de João Jamilton Alves Moreira “diabo loiro” ou “tabuleiro”, 18 anos junto com três adolescentes de 13, 14 e 17 anos de idade foram conduzidos até a Delegacia e acabaram narrando como o fato aconteceu e os motivos do crime.

O motivo do crime está relacionado a desentendimentos relacionados ao tráfico de drogas na região. O suspeito João Jamilton foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio doloso qualificado e corrupção e menores e será conduzido até a Cadeia Pública de Iguatu.

Os adolescentes responderão pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado e ficaram apreendidos e serão apresentados à Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Iguatu.

Números

Com a morte por espancamento de Washington, chaga-se a 22 o número de mortes por homicídios na cidade de Iguatu no ano de 2018. O último fato dessa natureza vitimou duas mulheres, Maria e Patrícia, mãe e filha, no bairro Fomento na última quinta-feira, 20.