O nordeste aparece como principal destino (Foto: Reprodução)
Um a cada três brasileiros afirma ter desejo de arrumar as malas e viajar nos próximos seis meses, 76% deles pelo país, revela pesquisa feita pelo Ministério do Turismo.

A Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, um estudo do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, traz dois dados relevantes para o turismo doméstico: as intenções de viagem subiram de 32% para 33,5% e a vontade de viajar pelo país aumentou de 70,4% para 76%, se considerado o mês de outubro do ano passado e outubro deste ano.    

“É uma demonstração de que o setor acumula um crescimento sustentável e que os destinos brasileiros são competitivos e atraem um público cada vez maior”, diz o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

O estudo revela também que o tipo de hospedagem com maior crescimento foi a casa de amigos e parentes (de 35,7% para 38%) e o meio de transporte que mais cresceu para deslocamentos em viagem foi o automóvel (de 27,7% para 29,7%).

A intenção de viagem cresceu em três das quatro faixas de renda monitoradas pelo MTur. Entre os brasileiros que ganham até R$ 2.100, cresceu de 12,1% para 14,4%; entre R$ 4.801 a R$ 9.600, de 35,2% para 36,1%; e acima de R$ 9.600, de 51,7% para 57,4%, comparando outubro de 2012 a outubro de 2013.

O nordeste aparece como a região para onde a maioria (46,9%) dos entrevistados pretende viajar. A segunda região com maior intenções de viagem é o Sudeste (22,5%), seguida pelo Sul (17,9%).

A pesquisa foi realizada com duas mil pessoas em sete capitais brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. A sondagem faz a segmentação do público por renda familiar, faixa etária, grau de instrução, local de residência e gênero.
Fonte: ASCOM/Ministério do Turismo