Um ex-funcionário da Diocese de Crato, na Região do Cariri, foi preso na madrugada deste sábado (18) ao tentar furtar dinheiro da sede da instituição. Segundo a Polícia Militar, o jovem de 19 anos utilizou um martelo e um pé de cabra para entrar no local. Após entrar na Diocese, o jovem se dirigiu até o cofre, conseguiu abri-lo e retirou de lá a quantia de R$ 12 mil, tudo em notas de R$ 2 e R$ 5 reais.

Quando o jovem se preparava para deixar a Diocese, ainda de acordo com a polícia, o alarme de segurança foi acionado e chamou a atenção dos vigilantes, que o viram com uma mochila, onde estava o dinheiro. Conforme os seguranças, diante dos fatos, o jovem foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Crato. Ele vai responder por furto qualificado.

Segundo o padre ecônomo da Diocese de Crato, Joaquim Ivo Alves, o dinheiro que o jovem tentou furtar era do repasse de todas as paróquias para custear a diocese. “Esse dinheiro que a gente recolhe das paroquias é exatamente para a manutenção da Diocese. Manutenção dos Seminários, dos padres idosos, padres que estão doentes”, disse.

O jovem preso trabalhou na Diocese e foi demitido em novembro do ano passado por indisciplina. Joaquim Ivo lamentou o ocorrido e afirmou que a Diocese deu muitas oportunidades para o jovem.

“A gente deu várias oportunidades. Conversamos com ele de uma maneira muito especial, pedindo para que ele pudesse crescer mesmo. [Oferecemos] curso de informática para que ele buscasse conhecimentos nesta área. Mas ele então desandou”, lamentou.

Fonte: G1 CE