Três pessoas foram presas na tarde desta terça-feira (24) em uma barbearia onde funcionava uma fábrica de falsificação de álcool em gel, no Conjunto Jereissati, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os falsificadores produziam o produto usando etanol, que é o álcool combustível, tóxico para a pele humana.

O produto tem sido um dos mais procurados pelos consumidores em meio à pandemia do novo coronavírus. Em alguns estabelecimentos, o álcool em gel já está em falta.

“Um dos presos informou que comprou um insumo e depois adquiriu etanol em um posto de combustível, fez a mistura e rotulou o produto”, informou o titular da delegacia Paulo André.

Segundo a Polícia Civil, de posse das investigações acerca do local onde funcionava a fábrica, os agentes foram até à barbearia e, em um dos cômodos onde funcionava um bar, encontraram materias como embalagens plásticas e rótulos.

O trio foi levado preso para o 20º Distrito Policial, responsável pelas investigações. Todo o material foi apreendido.

Fonte: Diário do Nordeste

Comente aqui sobre essa matéria.