Com o ojetivo de oferecer oportunidades de desenvolvimento social e alternativa de mudança aos jovens da cidade de Iguatu, a fundação foi iniciou suas atividades em 20 de junho de 2003,

tendo como atividades principais dar suporte ao funcionamento da rádio educativa mais FM de Iguatu através de convênios e parcerias, buscando um forte envolvimento com a juventude de Iguatu, afim de desenvolver projetos na área social.

A emissora, MaisFM Educativa, que lançou seu sinal no dia 1º de abril de 2007 é o projeto de maior abrângencia da Faji, alcançando 28 cidades da região, com uma programação variada, mas sempre seguindo uma linha educativa, tendo sem sua grade uma programação voltada para a juventude, valorizando a cultura e a dignidade da pessoa humana. A ela tem a proposta de fazer uma rádio ética, aberta e participativa, onde a música de qualidade e a informação são os carros chefe de sua programação. O seu portal na Internet oferece informação, além da possibilidade de ser ouvida de qualquer lugar do mundo.

Além da rádio, a Fundação desenvolve outros projetos de forte impacto social. Outro projeto desenvolvido pela Fundação foi o Projeto Juventude em Cena, iniciado em 2008. O projeto tinha como objetivo contribuir com o desenvolvimento da região através da formação pessoal e profissional de jovens nas áreas de esporte e lazer, inclusão digital e trabalho e renda, visando o resgate da cidadania e proporcionando a sua inclusão social. O projeto atendeu a jovens e teve como parceiros as seguintes instituições: Instituto Elo Amigo, Sindicato dos Comerciários, Sebrae, EAFI, CRI, e a loja O Boticário. Foi financiado pelo Banco do Nordeste. 

Seguindo a linha do Projeto Juventude em Cena a Faji também executou o Projeto Juventude e Cidadania, com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da região, através de uma formação pessoal e profissional, focada na geração do trabalho e renda e na inserção social e econômica de adolescentes e jovens de baixa renda de Iguatu. O projeto teve como metas a capacitação de jovens nos 07 meses do projeto, na área de Higiene e Beleza (cabeleireiro) visando o impulsionar de iniciativas empreendedoras com vista ao aumento de renda através da auto-gestão, economia solidária ou emprego formal. Também foram capacitados  outros beneficiários nos 07 meses do projeto na área de informática, buscando facilitar a sua inserção numa sociedade cada vez mais informatizada e no mercado de trabalho. 

Através do Projeto Juventude e Cidadania, financiado pelo Banco do Nordeste, foram capacitados 20 jovens na área de imagem pessoal (Cabeleireiros) e 40 beneficiados na área de inclusão digital, que passaram por estágios remunerados em empresas locais, favorecendo a contratação de alguns deles. Parte dos novos caleireiros já montou o próprio negócio.

A Rádio MaisFm Educativa, como parte da Faji, produz, mensalmente o Mais Ação, que é um outro projeto de cidadania, e consiste na realização de atividades especiais em comunidades (bairros) de Iguatu. Tendo como instrumento a rádio Mais FM, a FAJI propõe a realização de atividades de cunho social em parceria com instituições públicas e privadas em bairros da cidade. Depois de percorrer os bairros de Iguatu, o projeto se realiza agora percorrendo e conhecendo distritos da zona rural do município, realizando, além das atividades do dia, um resgate da história da comunidade, que acontece na semana anterior ao evento e é divulgado na programação de emissora. São parceiros do Mais Ação o Hemoce, SEBRAE, SENAC, IFCE, COELCE, ENDICON, URCA, DIBESA, Zenir Móveis, Ipevel, OAB-Iguatu, Associação Cultural Tradição Junina, O Boticário, Magrella Collection, Escola Brasileira de Capoeira, Maria Idelena, Francisco Neves, Vicente Butterfly, Psicopedagogo Clínico Monteiro Filho, Jornal Prosa & Verso, Ouvidoria Pública do Município, Faculdade Vale do Salgado e o Grupo Leão Sampaio.

Nesses 10 anos de existência a Fundação de Apoio ao Jovem de Iguatu se consolidou como uma instituição séria, reconhecida pelo seu trabalho dedicado à transformação da vida de jovens, oferendo a possibilidade de uma vida melhor. Os parceiros da Fundação também têm seus nomes valorizados ao auxiliarem nesse processo e mostrarem seu comprometimento com o social. 

Nesse período, a Rádio MaisFM Educativa se consolidou como uma emissora séria e comprometida com a população, atendendo às solicitações dos ouvintes e fazendo um jornalismo sério, ético e profissional. Outra face da emissora é sua programação musical, variada, atual e valorizando a música nacional de qualidade.

Essa primeira década de existencia da Fundação de Apoio ao Jovem de Iguatu é motivo de comemoração pelo trabalho feito de preparação para os novos projetos e desafios que se apresentam. Assim, a Faji comemora seus 10 anos de exitência, oferecendo novos rumos para a juventude de Iguatu.