Na tarde dessa quarta-feira, 12, a Fundação de Apoio ao Jovem de Iguatu realizou a entrega dos kits de trabalho aos 50 jovens dos cursos de manicure e pedicure e de cabeleireiro promovidos no Núcleo de Atividades da FAJI, no bairro Cocobó.

O projeto é fruto de uma parceria entre a FAJI e o CMDCA, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, por meio de um edital do FIA (Fundo da Criança e do Adolescente), que viabilizou o curso.
Além da formação profissionalizante, com instrutor qualificado e certificado, os jovens recebem o kit para que já possam começar a trabalhar por conta própria.

A presidenta da FAJI, dona Fátima Sobreira, destacou a importância do momento, relembrando os primeiros projetos desenvolvidos pela FAJI e os resultados já vistos na vida de jovens.
“Desde o início a FAJI trabalha a formação de jovens para estarem mais aptos a irem para o mercado de trabalho e alcançarem sua independência, seus dinheirinho, sua liberdade de vida.
Hoje é com muita alegria que estamos aqui para esse momento, de ver mais jovens recebendo esse kit de trabalho, sabendo que já é um encaminhamento para que eles possam trabalhar por conta própria ou firmar parcerias com outros profissionais da cidade”, explica Fátima Sobreira.

FAJI formando jovens para a vida
O projeto foi viabilizado por meio de edital com recursos do FIA, Fundo da Infância e Juventude, para a seleção de projetos sociais.
Projeto Preparando Jovens Para o Mercado de Trabalho recebeu cerca de 75 jovens para os 3 projetos profissionalizantes.
Além dos cursos de manicure e pedicure e de barbeiro, atualmente a FAJI desenvolve também o curso de barbeiro, que deve ser concluido no próximo mês. Os projetos da linha profissionalizante são um fio condutor do trabalho da FAJI, dando aos jovens o conhecimento teórico e subsídios para que os participantes dos projetos já possam sair usando seus saberes adquiridos, ou mesmo encaminhando esses jovens para empresas.

Além dos projetos profissionalizantes a FAJI mantém em seu Núcleo de Atividades o curso de canto coral e violão, com Cidênia Brito, além de apoiar atividades no local, que também é aberto ao grupo de dança Cia 5º Elemento e o forró da terceira idade.

Comente aqui sobre essa matéria.