A empolgação da torcida do Fortaleza é enorme no fim de 2019. E não poderia ser diferente. Em campanha histórica, o Tricolor garantiu vaga para a Copa Sul-Americana do ano que vem e, pela primeira vez nos seus 101 anos, disputará uma competição internacional. Sabendo capitalizar o bom momento, o clube tem aproveitado a conquista para impulsionar ainda mais a adesão de sócios-torcedores, que cresceu de forma impressionante em curto espaço de tempo.

Entre o último domingo (1), quando o Leão do Pici venceu o Goiás por 2 a 1 e garantiu matematicamente a vaga para a Sula, e ontem, quinta-feira (5), foram cerca de 2.500 novas adesões ao programa, um aumento médio de 500 em cada um dos cinco dias.

Em contagem realizada em tempo real realizada no site Sócio Fortaleza, o clube já tem mais de 32 mil associados. Até o fechamento desta matéria, eram precisamente 32.314 torcedores oficiais, número que fez o Tricolor se tornar o 9º maior do Brasil em quantidade, ultrapassando São Paulo (31,1 mil) e Santos (30 mil).

“A gente resolveu inovar e é muito gratificante ver que não é apenas o crescimento do balanço, mas também de receita. Isso é fruto do tratamento com o torcedor, o check-in já existiu, mas o Fortaleza foi além e colocou o assento marcado, como cinema. A experiência do torcedor evoluiu muito ao longo da temporada”, explicou Gigliani Maia, gestor do sócio-torcedor leonino.

A intenção, porém, é de ir além. Em plano estratégico traçado no início do ano, a diretoria leonina estabeleceu meta de terminar o ano com 35 mil sócios.

Para isso, diversas ações são realizadas pelo clube. A última delas, ainda em vigência, foi de grande sucesso, quando o clube colocou planos em promoção e expandiu a oferta Sócio Friday (pela Black Friday) com descontos na adesão do plano Leão Fiel, que ganhou desconto de 50% e ficou custando R$ 27,45 ao mês.

O relevante aumento no quadro de sócios deve garantir ao Fortaleza incremento de cerca de R$ 600 mil nas receitas durante o próximo semestre.

O clube já prepara uma nova ação para impulsionar a adesão de mais sócios, que será divulgada na próxima segunda-feira (9) pelo departamento de marketing.

Impacto nas finanças

O presidente Marcelo Paz, em suas entrevistas, costuma ressaltar que “o torcedor é o principal patrocinador do Fortaleza”. Não é exagero. A arrecadação com sócio é uma das principais fontes de receitas do Fortaleza em 2019.

A expectativa da diretoria é de arrecadar, neste ano, cerca de R$ 19 milhões, que dá aproximadamente R$ 1,5 milhão por mês, correspondendo a mais da metade da folha salarial do elenco leonino, que gira em torno de R$ 2,7 milhões.

O número representa um aumento de aproximadamente 50% em relação ao ano de 2018. Na última temporada, o montante obtido pelo time cearense foi de cerca de R$ 12 milhões.

Fonte: Diário do Nordeste