O governador Camilo Santana, em recente visita à cidade de Cariús, atendeu à solicitação de movimento católico local e do pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora Auxiliadora, Iranildo Reis, de realizar obra de pavimentação de acesso ao santuário paroquial dedicado à Mãe Rainha Vencedora Três Vezes Admirável Schoenstatt.

“Estamos nessa expectativa, pois o governador disse que faria a obra após a Semana Santa”, comemorou o padre Iranildo Reis. O espaço de fé recebe a denominação de Lar Diocesano Tabor da Graça.

O santuário está localizado em um ponto elevado, um serrote, no entorno da cidade, distante apenas 1,5km do Centro.

Inauguração

O santuário foi inaugurado, em obra de primeira etapa, no último dia 18 de novembro de 2018, com a celebração de uma missa presidida pelo bispo da diocese de Iguatu, dom Édson de Castro Homem.

É o primeiro espaço da diocese de Iguatu dedicado ao movimento mariano e que tem por objetivo ser um lugar de peregrinação.

A igrejinha, que é o santuário foi erguida sobre uma laje. De lá, avista-se as cidades de Iguatu, Cariús e Jucás. Abaixo do santuário fica o auditório.

A ideia de construção do santuário é do padre Iranildo Melo dos Reis, pároco de Cariús. “Construímos a primeira etapa”, explicou. “Já temos prontos uma recepção, um auditório (com capacidade para 70 pessoas), santuário (capela, confessionário), uma tenda – galpão (em estrutura de ferro e alvenaria) com capacidade para 400 pessoas, uma lojinha, três banheiros, três mictórios e um restaurante”.

Segundo etapa

Na próxima etapa, serão construídas duas residências (uma para as irmãs (religiosas) e outra para o reitor do santuário) e uma pousada (com capacidade para 60 pessoas).

A construção do seminário começou em dezembro de 2017. Em fevereiro deste ano foi celebrada missa para motivação dos devotos a contribuir com a obra. “O primeiro tijolo foi colocado no dia 8 de dezembro do ano passado, o lugar era mata, consegui terreno com Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca), fizemos estrada de acesso, foram aparecendo doações, contribuições de devotos locais e de outras cidades”, contou o padre Iranildo Reis. “Fiquei surpreendido, imaginava que seriam três anos ou mais”.

Como surgiu a ideia

O padre Iranildo Reis conta que era seminarista em Quixadá e estava internado no Hospital e Maternidade Jesus, Maria, José. “Um dia, me veio à cabeça, quando estava internado, vendo aquelas pedreiras bonitas, a ideia de que se tivesse a graça de ser padre, construir um lugarzinho para Nossa Senhora operar”, confessou. “Mas não sabia como, nem o quê, nem onde e qual título daria”.

Decorridos alguns anos, após ordenado, padre Iranildo disse que foi lançada no coração a semente e ficou plantada e brotou a ideia do santuário. “Passei a ser assistente eclesiástico do movimento da Mãe Rainha na Diocese de Iguatu, veio o Terço dos Homens que é originário do movimento e está presente em 24 de 26 paróquias, conseguimos um terreno ao lado do espaço da paróquia e o projeto está sendo concretizado. É um sonho realizado rapidamente”.

Movimento crescente

O movimento católico dedicado à Mãe Rainha Vencedora Três Vezes Admirável Schoenstatt é crescente e em 2014 completou 100 anos de fundação na Alemanha, pelo padre José Kentenich a partir de uma antiga capela dedicada a São Miguel.

No Ceará há santuários dedicados à Mãe Rainha Admirável em Sobral, Crato e Mauriti. Cariús é o mais recente.

“Esse nosso santuário é paroquial, uma extensão, um ramal, e recebemos toda uma orientação da matriz”, explicou o padre Iranildo Reis.

No Brasil, o primeiro santuário filial foi instalado em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Hoje são 23. O último foi abençoado em Caieiras, no interior de São Paulo. No mundo são cerca de 230 santuários filiais.

O santuário de Cariús é o primeiro oficial do Ceará, embora não filial, ou seja, sem ser edificado pelo próprio movimento internacional da Mãe Rainha Vencedora e Admirável.

Fonte: Diário Centro Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome