A Semana do Doador de Sangue tem como objetivo homenagear as pessoas parceiras do Hemocentro que doam sangue voluntariamente ao longo do ano.

No núcleo do Hemoce em Iguatu, há em curso uma ampla programação. Na manhã desta quinta-feira, dia 28, está previsto para acontecer benção ecumênica, a partir das 8 horas, apresentação da bandinha do município e em seguida um café da manhã, sorteios de brindes, apresentações musicais e esquetes teatrais.

Na sexta-feira, 29, haverá oferta de serviços de beleza disponíveis aos doadores com instituições parceiras.

O Dia do Doador é comemorado em 25 de novembro.

Na manhã desta terça-feira, 26, Adriana Bezerra da Silva, tirou um tempinho do trabalho para vir até a sede do Hemoce, no bairro Esplanada, em Iguatu, para doar sangue. Depois de passar pela triagem, a manicure fez a doação de uma bolsa. “É um gesto solidário, que acho importante e por isso venho aqui doar sangue pelo menos duas vezes por ano”.

Adriana faz esse gesto há mais de dez anos e foi incentivada pelo pai e irmão, doadores.

José Lucas, garçom, também faz questão de ser doador voluntário. “Espero estar salvando vidas”, frisou.

Muitas vezes as poltronas da sala de coleta ficam desocupadas. A ausência de doadores é uma situação que preocupa o Hemoce. A maioria das bolsas de sangue são captadas fora da unidade, em outras cidades, por meio de campanhas externas em que moradores são motivados a fazer doação de sangue.

“O Hemoce de Iguatu necessita diariamente de doação”, ressalta um dos coordenadores do setor de captação, Jório Maia.
A unidade depende de voluntários e de doadores de reposição. “Por isso são necessárias campanhas educativas motivando a doação voluntária de sangue”, defende Maia.

Uma só bolsa de sangue pode beneficiar até quatro pessoas, ressalta a enfermeira Kílvia Moreira.

Doador
Para ser um doador de sangue é necessário estar saudável, bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e apresentar um documento de identificação oficial e com foto.

Todos os tipos sanguíneos são necessários, mas em especial os tipos ‘o positivo’, ‘o negativo’ e ‘a positivo’, são os que necessitam de mais doações.

Fonte: Diário Centro Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome