Um homem de aproximadamente 40 anos e de nome Cícero, faleceu nas dependências das UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Iguatu na tarde da última sexta-feira, com suspeita de Meningite. Ele teria chegado àquela unidade de Atendimento com muita dor de cabeça e pouco tempo depois faleceu. Seu corpo foi encaminhado ao SVO (Sistema de Verificação de Óbito) e o laudo só teria saído no fim da tarde, mas o resultado foi inconclusivo. O sepultamento do corpo da vítima aconteceu no Cemitério Senhora Sant`Anna (cemitério velho) em Iguatu, mas antes passou um tempo na casa de sua mãe, no sítio Bravo.

Tão logo a UPA e a Secretaria de Saúde do Município tiveram acesso ao
laudo (inconclusivo) começaram o protocolo de bloqueio da doença sendo procurados os familiares mais próximos e outras pessoas que
pudessem ter tido contato com a vítima para que os mesmos começassem um tratamento à base de antibióticos. Informações de populares que estavam na UPA de Iguatu, quando da chegada de Cícero, são de que uma garota, aluna do Liceu de Iguatu, teria tido contato direto com a vítima onde estavam no mesmo quarto. A menina, que não teve o nome revelado, foi recomendada a tomar de imediato uma medicação de antibiótico e depois foi liberada para voltar pra casa.

Na manhã deste domingo,10/03, a menina passou mal e voltou à UPA sendo atendida na emergência e novamente encaminhada para casa, pois segundo o médico e os profissionais de saúde da unidade, a morte de Cícero ainda não teria sido confirmada como Meningite. O resultado do SVO deve sair nos próximos 15 dias.