O Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), da rede pública do Governo do Ceará, atende todos dos dias centenas de pessoas diagnosticadas com diversos tipos de transtornos mentais. A unidade é referência em atendimento psiquiátrico e Residência em Psiquiatria no Estado do Ceará. De janeiro a agosto deste ano, 16.220 atendimentos foram registrados na emergência, e desse total, 1.501 resultaram em internação. Além do atendimento emergencial, ambulatorial e de internação, o HSM também trata pacientes que precisam de acompanhamento sem a necessidade de ficarem internados.

As principais internações observadas foram dos pacientes com transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de múltiplas drogas e ao uso de outras substâncias psicotrópicas (308 internações de janeiro a agosto), as psicoses não orgânicas e não específicas (305 internações) e pacientes com esquizofrenia (217 internações de janeiro a agosto). Também foram internados muitos pacientes com transtorno afetivo bipolar, transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de álcool e cocaína e transtornos depressivos.

O mecânico A.B, 41, passou pela Unidade de Recuperação do HSM depois de quinze anos usando cocaína e crack. “Muitas vezes eu pensava em parar e não conseguia, mas quando eu comecei a perder tudo o que eu tinha de mais valioso, que era a confiança e o carinho dos meus filhos, eu não aguentei. Sabia que era a hora de procurar ajuda”, revela. O mecânico passou 15 dias na Unidade de Recuperação para desintoxicação. O paciente também foi encaminhado para o Elo de Vida, serviço do hospital que dá continuidade ao tratamento para dependentes químicos.

No hospital, os pacientes passam o dia no hospital e são liberados no final da tarde para dormir em casa. O tempo de permanência é de cinco meses. “Depois de um dia inteiro de atividades e acompanhamento com terapeutas, psicólogos, psiquiatras, cabe a nós decidir o nosso próprio caminho. Aqui no Elo de Vida eles nos ensinam que a ajuda é necessária, mas a mudança de vida depende da nossa força também. Estou conseguindo recuperar minha auto estima, meu vínculo familiar, meu emprego e o amor pela vida”, afirma.

Os pacientes com outros tipos de transtornos mentais, como psicoses e esquizofrenia, por exemplo, após receberem alta, podem receber tratamento no Hospital Dia – Lugar de Vida, que também funciona dentro do Hospital de Saúde Mental. O militar José Bastos, 55, sempre acompanha a irmã dele, diagnosticada com esquizofrenia. Ela já passou um tempo internada e agora faz tratamento aqui nesse ambiente agradável, com muitas plantas, arte, música, pintura. Ela está bem melhor, nunca mais teve um surto e isso nos traz tranquilidade”, conta.

O psiquiatra e diretor geral do HSM, Frederico Emmanuel Araújo, orienta que os pacientes com transtornos mentais graves devem ser atendidos no HSM. A emergência do Hospital de Saúde Mental funciona 24 horas e é voltada para os casos mais complexos. “Muitos pacientes chegam com quadros de doenças mentais gravíssimos. Alguns só descobrem o verdadeiro diagnóstico aqui. Se depois do atendimento emergencial, o paciente fizer uma boa adesão ao tratamento ambulatorial e tiver um suporte familiar, a chance de uma boa evolução é certa”, reforça.

Atividades
E na semana em que a Saúde Mental é celebrada, dia 10 de outubro é o dia Mundial da Saúde Mental, o psiquiatra do HSM, Carlos Celso Serra Azul, esclarece que a emergência do HSM é psiquiátrica e destinada para os casos moderados a graves. “Não deve deixar de passar pela emergência o paciente que tem algum transtorno mental com manifestações graves, como surto psicótico, alucinações e delírios, agitação, agressividades, depressão com ideação suicida e crise de pânico. Os casos menos graves, com sintomas leves e até renovação de receita, devem ser atendidos pela Rede de Atenção Psicossocial do Município de Fortaleza”, reforça.

Durante essa semana, os pacientes, acompanhantes e funcionários do hospital participarão de atividades voltadas para o cuidado com a saúde mental. Será realizado um evento em alusão ao Dia Mundial da Saúde Mental, de 09 a 11 de outubro, no auditório e jardim interno do HSM. Serão realizadas palestras, oficinas e serviços visando a prevenção e cuidados com a saúde mental.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome