A Sala do Empreendedor, que fica anexa à Prefeitura de Iguatu, vai funcionar em parceria com o Sebrae, Senac e outras instituições com o objetivo de apoiar o microempreendedor na abertura e gerenciamento de negócios.

O analista do Sebrae, Tales Teixeira, disse que a unidade vai descentralizar as ações atuais em favor dos empreendedores individuais e microempreendedores. Ele frisou que são os pequenos negócios que geram emprego. Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Iguatu, José Mota Luciano (Dedé Duquesa), é necessário apoio técnico para evitar que novos empreendimentos fechem em pouco tempo.

A agente de desenvolvimento da Sala do Empreendedor, Vilani Araújo, estudante de Economia da Universidade Regional do Cariri (Urca), campus de Iguatu, pontuou que a unidade é uma ação inovadora na região Centro-Sul. “Estamos aqui para facilitar a vida dos empreendedores”.

A Sala do Empreendedor é uma ação que integra o programa ‘Avança Iguatu’, segundo lembrou o economista e supervisor especial da gestão pública, Klériston Araújo. “Vamos receber uma unidade do Assaí, uma rede nacional em venda de atacado, em abril próximo, gerando 250 empregos diretos e contribuindo para o crescimento da cidade”, frisou. “Estamos em diálogo com Fiec e o Senai para vinda de cursos para Iguatu”.

Fonte: Diário Centro Sul