Promessa do judô do Brasil, o atleta Gabriel Schlichta Adriano morreu no último domingo (8), em Curitiba, no Paraná. O corpo do lutador de 20 anos foi encontrado na piscina da casa onde morava, com causa da morte ainda divulgada.

O judoca, membro da Sociedade Morgenau, tinha no currículo passagens pelas seleções brasileiras de base em 2016, onde ganhou a medalha de bronze no Campeonato Pan-Americano Sub-18 e foi campeão sul-americano sub-18 no peso Leve (73kg).

A notícia causou comoção na comunidade do judô. “A família do judô brasileiro se solidariza aos familiares e amigos de Gabriel neste momento de dor e saudade. Ele será lembrado para sempre com carinho dentro e fora dos tatames”, disse a nota da Confederação Brasileira de Judô.

A Sociedade Morgenau também agradeceu ao público pelas mensagens de apoio. “Sua morte nos deixou muito surpresos, mas esperamos que ele possa estar em um lugar melhor. Agradecemos a todas as mensagens de conforto recebidas até agora. Elas só mostram o quanto era querido por todos, com seu profissionalismo, inteligência, amizade e grande atleta. Devemos sempre lembrá-lo com alegria, gratidão e muita saudade”, afirmou a postagem.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome