Leão e o Diabo na Terra do Sol: Fortaleza recebe o Independiente na volta da Sul-Americana

0
55

É hora de decisão. Para alguns, o jogo mais importante do ano. O Fortaleza escreve hoje capítulo histórico de já centenária jornada. Às 21h30min, o elenco comandado pelo técnico Rogério Ceni pisa o gramado do Castelão para buscar a classificação inédita na Copa Sul-Americana contra o Independiente, o maior campeão da Libertadores.

O Tricolor do Pici larga em desvantagem para os 90 minutos finais da batalha diante do “Diabo de Avellaneda”. Na partida de ida, em Buenos Aires, o Leão sofreu o revés por 1 a 0, com gol de Leandro Fernández. Para o duelo de hoje, o escrete do Pici precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Triunfo por 1 a 0 leva a partida aos pênaltis. Missão difícil, mas longe de ser impossível, em especial após a equilibrada partida inicial.

Desta vez, o diferencial estará na arquibancada: o Castelão estará completamente lotado. A vibração para o campo pode fazer a diferença em favor do Fortaleza. É esperado público de 55 mil pessoas no estádio para ver in loco o duelo histórico.

Como de costume, Rogério Ceni segurou o mistério na preparação da equipe, com treinos com portões fechados. O zagueiro Juan Quintero, capitão do time, é desfalque por ter sido expulso na partida em Buenos Aires, após se envolver em confusão com o lateral-esquerdo, Sánchez Miño, que também recebeu o vermelho.

Há dúvidas sobre quem será o substituto do defensor colombiano. Na última partida antes do confronto na Sul-Americana, Ceni testou o polivalente Michel na zaga, ao lado do titular, Paulão. Jackson é opção de origem para a defesa.

Outro mistério do time do Pici é no setor ofensivo. Na ida, Ceni escalou o Fortaleza sem centroavante. O quarteto de ataque foi formado por Romarinho, Osvaldo, Mariano Vázquez e David. Precisando de gols para reverter o placar, o treinador pode dar oportunidade para um de seus homens de referência: Welligton Paulista ou Edson Cariús.

Um dos líderes do elenco, o goleiro Felipe Alves vê o Fortaleza preparado para enfrentar todas as situações no jogo decisivo. “Quem for mais competente passa de fase. O objetivo principal é entrar focado em busca do primeiro gol e continuar a intensidade, atraindo o adversário para termos espaço”, disse, em coletiva.

O rival do Fortaleza chega desgastado para o confronto após atraso de voo e viagem longa. A delegação do Rojo desembarcou ontem de madrugada na Capital, quatro horas após o horário previsto. Com pouco tempo de descanso, os argentinos fizeram treino no fim da tarde, no Centro de Treinamento do Ceará, no Porangabuçu.

O momento do clube é de pressão. A equipe argentina vive crise com resultados negativos e encara duelo contra o Fortaleza como fundamental para respirar na temporada.

Eventual eliminação na Sul-Americana pode custar o cargo do pressionado técnico Lucas Pusineri, que desde dezembro comanda o Diabo de Avellaneda. Em sete jogos, são apenas duas vitórias — entre elas aquela diante do Leão na partida de ida na Sula.

Ficha técnica

Fortaleza x Independiente
Fortaleza: 4-2-4: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Michel (Jackson) e Bruno Melo; Juninho e Felipe; Osvaldo, Romarinho, Vázquez (W. Paulista) e David. Téc: Rogério Ceni

Independiente: 4-4-2: Campaña; Bustos, Franco, Barboza e Silva; Braian Romero, Lucas Romero, Blanco e Togni; Silvio Romero e Leandro Fernández. Téc: Lucas Pusineri

Data: 26/2/2020

Horário: 21h30min

Local: Castelão, em Fortaleza-CE

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)

Fonte: O Povo

Erro › WordPress

Há um erro crítico no seu site.

Aprenda mais sobre depuração no WordPress.