O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) recomendou ao poder público de Juazeiro do Norte, nesta segunda-feira (23), a contratação de fiscais para atuar nas ruas e no entorno de bancos, hotéis, pousadas, ranchos e motéis. A medida é para impedir aglomerações e prevenir o contágio do novo coronavírus.

O pedido, feita pela 9º Promotoria de Justiça de Juazeiro do Norte, foi direcionado às secretarias municipais de Segurança Pública e de Meio Ambiente e Serviços Públicos.

O órgão ministerial também requisita que estes fiscais atuem com equipamentos de proteção, como máscaras cirúrgicas, máscaras descartáveis e álcool em gel 70%, e respeitar as recomendações sanitárias de enfrentamento do Covid-19.

Suspensão
Por meio do Decreto Municipal nº 507/2020, o Município de Juazeiro do Norte já suspendeu, em caráter excepcional, o funcionamento de hotéis, pousadas, ranchos, motéis, bancos, casa de câmbio e lotéricas, durante o prazo da situação de emergência: dia 1º de abril.

Foram mantidos os serviços de compensação bancárias e outros serviços presenciais de instituições financeiras, ficando proibida a aglomeração de mais de dez pessoas nos caixas bancários, devendo ser mantida distância de dois metros uma da outra.

Fonte: G1 CE

Comente aqui sobre essa matéria.