O atacante Neymar sofreu uma lesão no tornozelo direito durante o amistoso da seleção brasileira contra o Catar na quarta-feira e foi cortado da Copa América, que será disputada no Brasil, em uma semana muito atribulada, na qual o atleta foi acusado de estupro.

Neymar sofreu uma “ruptura de ligamentos no tornozelo direito” e pela gravidade da lesão não terá condições físicas nem tempo de recuperação suficiente para participar na Copa América, que começa na próxima semana, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Hoje tenho uma das partidas mais difíceis da minha carreira, se não for a mais (pelas circunstâncias)”, havia escrito o jogador de 27 anos no Instagram antes de entrar no gramado do estádio Mané Garrincha de Brasília para enfrentar o amistoso contra o Catar (que terminou com vitória de 2-0 do Brasil, com gols de Richarlison e Gabriel Jesus).

“Só quero agradecer a DEUS, minha FAMÍLIA, meus AMIGOS e todos aqueles que mandaram mensagens positivas pra que eu pudesse me manter equilibrado e focado, nunca me senti tão AMADO por vocês, OBRIGADO”, afirmou na mesma mensagem.

Pouco antes da partida, a pressão sobre o atleta aumentou, quando foi exibida na TV a primeira entrevista de Najila Trindade Mendes de Souza, a mulher que acusou Neymar de estupro em meados de maio em um hotel de Paris.

O jogador nega a versão e afirma que foi vítima de uma “armadilha” que visava uma extorsão.

No sábado, Neymar divulgou um vídeo que apresentava supostas conversas no WhatsApp com a acusadora, com fotos íntimas que ela teria enviado.

A iniciativa levou a justiça a convocar o atleta a prestar depoimento pela divulgação de imagens de caráter sexual sem consentimento da outra parte, um delito que pode resultar e penas de um a cinco anos de prisão.

O depoimento deveria acontecer na sexta-feira no Rio de Janeiro, mas os advogados de Neymar solicitaram o adiamento.

Fonte: Diário do Nordeste