Às 23h39min de ontem, segunda-feira,12, as rajadas de ventos de 44 quilômetros por hora no litoral nordestino fizeram a geração de energia eólica bater dois novos recordes no Nordeste – um histórico, outro anual.

O recorde gerou pico de energia eólica de 9.270,5 MW/h, ou seja, 4,47% a mais do que a do último recorde histórico de 8.873,21 MW h registrado em 18 de novembro de 2018 às 9 horas, e 18,43% a mais do que o recorde anual de 7.827,29 MW/h de 11/02/2019.

Este novo recorde com fator de potência de 73,27% abasteceu a demanda do Nordeste brasileiro com 94,596% que naquela hora registrava 9.800 MW/h de consumo de energia.

Estas informações são do engenheiro cearense Fernando Ximenes, dono da GramEollic, empresa especializada em energia.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome