Nessa quarta-feira, 10, foi realizada reunião de mobilização para discutir o programa de Regularização Fundiária, em Várzea Alegre.

A mobilização foi feita pela Federação das Associações Comunitárias (Famuva) e a reunião aconteceu no auditório Chico Lino, do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Várzea Alegre, após convocação da secretária de Desenvolvimento Agrário de Várzea Alegre, Menésia Simião.

Durante a reunião dessa quarta-feira, o técnico do Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), Raimundo Brilhante, e o representante da empresa Top Datum, Francisco Glauber, tiraram dúvidas dos proprietários de terra e de representantes das entidades comunitárias.

Segundo Brilhante, Várzea alegre tem área territorial estimada em 83.570 hectares e a previsão é de que o programa irá beneficiar aproximadamente 2.436 imóveis rurais, com estimativa de emitir 1.462 títulos e beneficiar 1.681 famílias.

Os trabalhos de campo iniciarão na segunda-feira, dia 22 de abril.

O programa de Regularização Fundiária acontece numa parceria do Governo Federal com o Incra, com os governos municipais e visa registrar e documentar as propriedades de terra que não possuem domínio.

Menésia Simião reforçou que o município será parceiro através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário. “Este é um programa de fundamental importância para o desenvolvimento econômico do campo. Os proprietários poderão de fato e de direito, obtendo a documentação, ter o domínio de suas terras e explorá-las, gerando renda e crescimento econômico”, disse.

Fonte: Diário Centro Sul