O secretário municipal de Segurança Cidadã, Antônio Azevedo Vieira Filho, pediu exoneração do cargo na tarde desta terça-feira (4) após se envolver em tumulto na Câmara Municipal no final da manhã.

Em nota, a Prefeitura de Fortaleza anunciou que o novo titular da pasta é o coronel PM José Maria Barbosa Soares. Azevedo estava no cargo desde janeiro de 2017.

A informação foi divulgada após reunião entre o presidente da Câmara Municipal, Antônio Henrique (PDT), e o prefeito Roberto Cláudio (PDT), no Paço Municipal, para tratar do episódio.

A polêmica teve início quando o vereador Márcio Cruz (PSD) pediu, na tribuna do plenário da Casa, a exoneração do secretário de Segurança do Município, Antônio Azevedo, sob acusação de que o secretário seria “advogado de facção criminosa”.

Quando tomou conhecimento do fato, o secretário foi à Câmara, invadiu o plenário, tomou o microfone de outro vereador que discursava e rebateu Cruz.

Azevedo chegou a chamar Cruz de “vagabundo” e ameaçou “quebrar a cara” do parlamentar. O secretário afirmou ainda que o vereador havia feito as acusações por motivos eleitorais e disse, aos gritos, que ele não merecia estar ali “entre os 43 vereadores”. 

Quando o secretário chegou à Câmara, Cruz não estava mais em plenário, e sim no gabinete. O vereador foi avisado da presença de Azevedo no plenário por assessores e preferiu se retirar da Câmara Municipal.

O secretário precisou ser contido por parlamentares, após tomar o microfone do vereador Plácido Filho, que discursava sobre outro tema, e, depois de se acalmar, foi levado para a sala da Presidência. 

Fonte: Diário do Nordeste